Arquivo da categoria: Prática de tradução

Dicionários: papel vs. CD-Rom

Acabo de mudar o layout do blog, e não consigo parar de pensar no que estes livros representam para mim: uso de dicionários impressos, ou seja, uma realidade que não vivo enquanto tradutora. Quando eu ainda estava na graduação em Letras Tradutor Intérprete, na Unilago, éramos incentivados a comprar bons dicionários – e isto, claro, implicava comprar aqueles dicionários imensos, em papel, e que podiam acompanhar (ou não) o CD-Rom correspondente. O que acabou acontecendo é que os meus grandes dicionários ficaram nos cantinhos da estante, enquanto os CD-Roms tomaram conta do meu espaço de trabalho. Continuar lendo

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Prática de tradução

A bravura indômita do tradutor e seu Google Translator

Há muito tempo eu ouço falar das maravilhas do Google Translator. Eu mesma já tive de fazer trabalhos em que devia somente revisar a tradução ‘pré-moldada’ pelo tal tradutor automático. Às vezes ele funciona de maneira assustadora. O problema é que há gente demais que confia demais na inteligência linguística do Google. E aí acontece de usarem os textos mal codificados pelo programa com a mesma audácia de quem fica nu no meio da rua.

E eis que ontem, vasculhando no blog do caríssimo nuno Markl (http://havidaemmarkl.blogs.sapo.pt/), encontro um post praticamente sobre traduções porcamente feitas por tradutores automáticos e, pasmem!, impressas em embalagens de produtos. Passo a reproduzir aqui parte do texto do Nuno, extraído do blog acima citado: Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Humor tradutológico, Prática de tradução

Concurso cultural Universidade Gama Filho

Olá amigos!

Tem sido difícil retomar este blog nos últimos dias, mas hoje volto com pompa e circunstância para anunciar que fui sorteada com uma bolsa no curso de Inglês de nível avançado, da Universidade Gama Filho, em São Paulo. O único sorteio que havia ganhado até então tinha sido em uma gincana da escola, pelos idos de 1998, em que ganhei uma camiseta do patrocinador – uma rede de lojas de tintas. Se essa evolução vingar, logo logo sou sorteada na Mega Sena! Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Prática de tradução

Quando o cinema sem querer (querendo) traduz a sociedade

Que título sublime para um post. Há algum tempo estou ensaiando para escrever isto, e espero que hoje saia da minha cuca e vá parar na retina de vocês. No último dia 27 viajei para o interior de SP para passar o aniversário da minha mãe. Toda vez que planejo uma viagem para lá cogito a possibilidade de ir de avião – mas só de pensar que tenho que voar até São Paulo, depois voar até Campinas e, de lá, tomar um ônibus que me leve a São José do Rio Preto para, então, entrar no carro dos meus pais e ir para Urupês… bah, já me dá preguiça. Por isso compro minha passagem na Itapemirim, coloco meu cobertor de viagem embaixo do braço e encaro cerca de 18 horas sentada no banco de um ônibus a curtir a incrível mudança na vegetação desde o sul até o sudeste desse Brasilzão. Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Humor tradutológico, Prática de tradução

Você trabalha com o que mesmo?

Eita, quantas vezes já me perguntaram isso… E com que entusiasmo forçado eu volto a repetir: “Com tradução… Eu sou tradutora.” Um colega de profissão chamado Felipe escreveu há em tempo um post sobre isso. Achei formidável, e resolvi colocá-lo aqui – com a permissão dele, é claro. Enjoy! Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Humor tradutológico, Prática de tradução

It’s only 5,000 words for tomorrow at 5…

Acabo de passar por isso: cliente insistindo pra eu topar um trabalho cabuloso com deadline curtíssimo. Nessas horas, nada melhor que um vídeo engraçado pra distrair e lamentar a falta de tempo. Sem dúvida a compositora da música do vídeo (abaixo) é tradutora. Conseguiu expressar claramente a rotina “sem graça” de um tradutor!!! Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Humor tradutológico, Prática de tradução

Quando alguém cita teu nome

Hoje vi meu nome sendo citado em um blog sobre genética. Segue o link: http://geneticace.wordpress.com/2008/10/page/2/

Esta tradução foi feita no último ano da faculdade, em 2008, com muito amor e nenhum incentivo. Me lembro da dificuldade do texto na época, do prazo que eu me cobrava, da apuração precisa dos termos junto a médicos e familiares de pacientes… Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Prática de tradução