Arquivo da categoria: Teoria de tradução

O traduzir ao longo da história

Acho interessantes as dicotomias que acompanharam a conceituação da tradução ao longo do tempo e como elas se alternam quase que ciclicamente. A foto aí ao lado é uma homenagem ao nosso padroeiro São Jerônimo – tão invocado nas horas de desespero em busca da melhor tradução! Vou postar aqui as considerações feitas hoje na aula da turma de Introdução aos Estudos da Tradução na UFSC. Continuar lendo

1 comentário

Arquivado em Teoria de tradução

Estrangeirização, domesticação…

Quando fazemos alguém pensar sobre a tradução pela primeira vez, geralmente o que obtemos pode ser classificado como: tradução boa é aquela que me leva até a cultura do autor (estrangeirização); ruim é aquela que “adapta” tudo (domesticação). Não culpemos os leigos: este tipo de pensamento está arraigado, vem de uma tradição de gerações e gerações de tradutores e consumidores de tradução. O problema é pensar que só existem estes dois ‘procedimentos’, pois, além de limitante, é um conceito empobrecedor para o processo tradutório. Continuar lendo

1 comentário

Arquivado em Teoria de tradução